Empoderamento

Segundo especialistas, o aumento de suicídios e de mortes associadas a depressão aumentou gradativamente. Podemos identificar nesses estudos diversos casos de preconceito e de discriminação racial a qual tem sido responsável por diversas doenças depressivas. Estatísticas revelam que crianças e jovens perdem suas vidas para uma pratica de Bullying que vem crescendo nas escolas e redes sociais.
“A discriminação explícita é uma fonte frequente de problemas de saúde, embora seja negligenciada, e tem efeitos comparáveis à morte de um ente querido ou à perda de um trabalho”, afirmou a socióloga Trenette Clark, da Universidade da Carolina do Norte. Com base nessa frase da revista “Exame” podemos identificar tamanho sofrimento que é passar por ataques preconceituosos.
Eu como mãe decidi dar um outro destino para minha filha, optei por lhe proporcionar uma vida cheia de autoestima ensinando a como defender suas preferências e exigir que seja respeitada.
Quando se diz “mãe” logo lembramos de cuidado e proteção. Criar crianças empoderadas é um mecanismo de proteção o qual além de educar instruímos e incentivamos nossos filhos a exercer a igualdade independente das diferenças raciais.
Amar a si próprio também é um dos valores que deve ser agregado a educação de nossos filhos tornando os mais fortes seguros de si e com auto estima elevada.
Em defesa da luta contra o preconceito criei uma pagina no instagram @larinha_fashion_blogger que trata se de um blog que quebra o padrão de beleza que a mídia incentiva trazendo a tona a beleza negra. Derrubando assim ações preconceituosas e diferenças raciais. Considerando também o crespo lindo ! chamada como pretinha do poder Larinha vem fortalecendo e incentivando outras mães e crianças a se aceitarem e acima de tudo exigirem seus direitos. Afinal a cor da pele não faz de um cidadão menos

participativo na sociedade.
A palavra empoderamento também significa promoção de capacidades, delegação de poder, delegação de autoridade entre outros sinônimos. Empoderar uma criança é fortalece la a favor da igualdade e da justiça exercendo desde o principio a consciência racial.
Com apenas seus 5 anos de vida Larinha já passou por inúmeras cenas de preconceito muitas vezes na escola a qual seus amigos a ostilizam e a diminuem pela condição racial. Apontando e rindo ou muitas vezes apelidando seu cabelo por ser crespo. Instruida desde muito nova Lara reconhece seu espaço na sociedade, não como Negra mas como uma mulher que pode ser quem ela quiser.
Hoje além de ditar moda, ela faz parte do casting de modelos do Mini Blogueiras Oficial e ocupa um cargo importantíssimo de levar esperança e determinação a inúmeras crianças negras que ainda não descobriram o tamanho do potencial que elas carregam. Atualmente Lara ira fotografar para a estilista e artista plástica Vanuza Bárbara (@vanuzabarbara) que também na luta contra o preconceito criou uma coleção chamada Trans-Bordando em Chica um projeto inspirado na escrava Chica da Silva. A estilista que também sofreu preconceitos e hoje vê suas sobrinhas (que fotografaram para o projeto) passarem também pelas mesmas discriminações raciais, juntamente com a admiração que ela possuía por Chica da silva por tamanha forca de vontade em luta de seus direitos a incentivou a criar a coleção que já foi exposta no Centro Cultural Aperam em Timóteo, e Centro Cultural Nelson Mandela em Governador Valadares. E o projeto agrega agora uma coleção infantil chamado “Os Filhos da Chica”. A qual Larinha

ira fotografar e contar a historia de uma mulher que com muita dificuldade e preconceito criou seus 14 filhos que é o numero de looks infantis que o projeto carrega. São inúmeras pessoas em luta contra as diversas discriminações existentes no mundo.
Entender a importância de defender o seu espaço na sociedade não é uma tarefa fácil mas é possível.
A motivação é um fator fundamental na vida de um individuo que tal incentivarmos nossos pequenos a aceitarem as diferenças sendo elas quais forem. Assim além de defendemos os direitos de nossos filhos estaremos também criando um mundo melhor em busca de uma sociedade transformada. Afinal o primeiro passo para extirpar o preconceito é combatê-lo com tolerância e amor ao próximo. E o Mini Blogueiras Oficial também exerce na sociedade um papel de aquecer o coração de quem precisa proporcionando felicidade e sonhos as nossas crianças.

Pri, Mamãe de Larinha

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *